• Mediador do Crédito

    O Mediador do Crédito visa defender e promover os direitos, garantias e interesses legítimos de quaisquer pessoas ou entidades em relações de crédito e, deste modo, contribuir para melhorar o acesso ao crédito junto do sistema financeiro. A mediação pretende fomentar a comunicação entre as partes, no sentido de se conseguir uma alternativa viável na resolução de litígios nas relações de crédito. O Mediador do Crédito assume também uma importante responsabilidade no domínio da promoção da literacia financeira em matéria de crédito, devendo para o efeito fomentar o conhecimento dos direitos e deveres dos cidadãos neste domínio e prestar os esclarecimentos e informações que lhe forem solicitados. O Mediador do Crédito poderá intervir junto das instituições de crédito apenas e somente quando estas já emitiram uma decisão que não satisfaça as pretensões do cliente bancário, relativamente a determinado produto ou situação creditícia (obtenção de um novo crédito ou reestruturação, consolidação ou renovação de créditos já existentes). Foi com o Decreto-Lei n.º 144/2009, de 17 de Junho, que se introduziu no ordenamento jurídico português a figura do Mediador do Crédito, cuja actividade visa a defesa e a promoção dos direitos, garantias e interesses legítimos de quaisquer pessoas ou entidades em relações […]

     
  • O que é um contrato de crédito coligado?

    O novo regime do crédito ao consumo contempla as hipóteses de contratos coligados e suas interacções. Mas o que é afinal um crédito coligado? Considera-se que o contrato de crédito está coligado a um contrato de compra e venda ou a um contrato de prestação de serviços, quando o contrato de crédito sirva exclusivamente para financiar o pagamento do bem ou do serviço em causa, e ambos os contratos constituam uma unidade económica, nomeadamente se o fornecedor do bem ou serviço preparar o contrato de crédito ou se o bem ou serviço estiverem expressamente previstos nesse contrato de crédito. Caso haja incumprimento ou cumprimento defeituoso do contrato de prestação de serviços ou do contrato de compra e venda coligado com o contrato de crédito, e o cliente não tenha obtido do fornecedor a satisfação do seu direito ao exato cumprimento do contrato, o cliente poderá, junto da instituição: Recusar o cumprimento da sua obrigação, enquanto o fornecedor não cumpra a obrigação decorrente do contrato de compra e venda ou do contrato de prestação de serviços; S olicitar a redução do montante do crédito em montante igual ao da redução do preço do bem ou do serviço em causa; Proceder à […]

     
  • Decisões e soluções cresce 170% em 2014

    Decisões e soluções cresce 170% em 2014

    A DECISÕES E SOLUÇÕES é uma consultora imobiliária e financeira, 100% nacional (capital integralmente português) que presta um serviço de aconselhamento personalizado e independente, a particulares e empresas, com Soluções 360º para a compra, venda e arrendamento de imóveis, bem como ao nível do crédito bancário, seguros, obras de remodelação e construção de imóveis. Esta consultora é líder nacional em consultoria imobiliária e financeira, fechou o ano de 2014 com um crescimento de 170% na faturação da área imobiliária face a 2013 e prestou serviços de aconselhamento com Soluções 360º a mais de 20.500 novos clientes. A área seguradora também registou o seu melhor ano de sempre apresentando uma carteira de seguros que já ultrapassa os 50.000 clientes. A consultora 100% nacional, que em 2014 inaugurou 12 novas agências em Portugal, iniciou também o seu processo de internacionalização para vários países, estando já presente no mercado brasileiro através da DECISÕES E SOLUÇÕES BRASIL. “2014 foi um ano de crescimento em várias áreas de atuação da DECISÕES E SOLUÇÕES, destacando-se a mediação imobiliária, a mediação de obras, a construção de imóveis e a mediação de seguros. Em todos estes domínios obtivemos os melhores resultados de sempre” afirma Paulo Abrantes, diretor-geral da […]

     
 

Recomendado

 
 
 
 
 
 

Comentários recentes

  • joão luís catarino: Boa noite. Tenho uma dívida contraída na CGD e gostaria de…
     
  • JOAO MACHADO: por que tive duente i foi operado por duas vezes po…
     
  • JOAO MACHADO: boas tardes necessito 15000 euros para pagar umas div…
     
  • antonio: boas eu preciso de um credito de 3000€ mas nao consigo poi…
     
  • jose costa: boas tardes,necessito de 500 euros,para poder pagar uma divi…